Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Ventor Entre as Flores

Vamos dar umas caminhadas entre as flores. Venham comigo.

Vamos dar umas caminhadas entre as flores. Venham comigo.

O Ventor Entre as Flores

A foto do cabeçalho é uma bela flor rosa que se dá bem nas areias da costa portuguesa, junto às praias, e chama-se silene littoreia,



Lince Ibérico em perigo de extinção


Foto tirada da Net


As minhas flores no Flicker

Cada flor é uma beleza que dá vida ao Planeta Azul


30
Mai07

Procurem a Madeleine

Luiz Franqueira - Ventor

Este é o meu sonho!

Que encontrem a Madeleine para que o seu soriso continue sempre connosco.

 

Eu não me esqueço de toda a tristeza porque os pais da Madeleine, bem como toda a sua família, estarão a passar. Nós próprios, toda a gente de bem, sentiremos essa trsisteza.

 

Um dia, em tempos de Guerra, no Norte de Moçambique, lancei um apelo. As razões eram outras, mas a tristeza era igual. «Procurem o Escorpião»! O Escorpião apareceu e a alegria foi enorme, apesar de o companheiro do Escorpião ter morrido afogado na carlinga do avião.

Hoje não tenho voz, mas tenho as palavras escritas: «procurem a Madeleine»!

 

Como é possível tirar do seu descanço uma criança tão linda com todas as probabilidades de ser feliz no seio da sua família?

 

Por isso, eu peço a todas as Polícias do mundo que procurem a Madeleine. Que todos os olhos de todas as Polícias, que todos os olhos de toda a gente, procurem a Madeleine!

 

 

 

O teu sorriso é uma doçura para todos nós, Madelaine

 

Madeleine's Fund : "Leaving No Stone Unturned"

 

Que nehuma pedra fique por virar! Que nehum buraco fique tapado, que cada olho humano seja um farol a procurar iluminar o sorriso da Madeleine até a encontrarmos! Que esteja sempre connosco a Madeleine. Que não passe a ser apenas memória.

 

Missing Madeleine:  http://www.findmadeleine.com/

http://madeleinemccann.blogs.sapo.pt/




Estou sempre bem entre as flores, onde quer que nos encontremos. Mas, sempre, sob os auspícios do meu amigo Apolo

Podem ver aqui todos Os Links dos meus Blogs


Eu sou Pilantras - o Ticas.

Agora percebo que, para o Ventor, as flores não têm fronteiras. Ele já caminha entre as flores chineses.

Um pinheiro, uma pedra e, claro está, as glicinias. Pintura de Li Shan, da Dinastia Qing
Temos aqui um pombo em um ramo de pessegueiro, pintado pelo Imperador Huizong, da Dinastia Song do Norte. O Ventor adora flores de pessegueiro
Magnólia e pedra. Um trabalho de Chen Hongshou, Dinastia Ming. O Ventor gosta de magnólias. Já me disse que gostava de transformar uma num colchão e dormir nela como um duende

Mais sobre mim

foto do autor

Calendário

Maio 2007

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031