As papoilas, desde o ano passado que não abandonaram o Ventor

 

 
 Elas ficaram alcandoradas, o ano todo, sobre a ribeira
  
 
Elas atravessam-se nas caminhadas do Ventor
 
 
Mas, houve aquelas que, encostaram-se aos muros para ver passar o Ventor. E, não estão aqui todas as cores! Este ano, ainda só não vi as branquinhas
 
**********************************



Estou sempre bem entre as flores, onde quer que nos encontremos. Mas, sempre, sob os auspícios do meu amigo Apolo

publicado por Ventor às 13:58